terça-feira, 26 de setembro de 2017

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Primeira série - Domesticação de plantas. A Melancia original era muito diferente,

Clique na imagem para acessar a matéria completa

Segunda série - Máscaras africanas - cultura tradicional africana

Clique na imagem para acessar o material sobre Máscaras Africanas
MÁSCARAS AFRICANAS: BELEZA, MAGIA E IMPORTÂNCIA
Durante muito tempo, as máscaras africanas foram vistas pelos colonizadores europeus como peças exóticas, exibidas como curiosidades nos museus ou nas residências de viajantes ricos. Para os povos africanos, contudo elas tem um significado espiritual e religioso e, desde tempos remotos, são usadas em celebrações, nascimentos, rituais de iniciação, colheita, funerais, casamentos, preparação da guerra, para curar doentes e outras situações.
O uso de máscaras é uma característica dos povos da África Subsaariana (ao sul do deserto do Saara). Um povo pode ter dezenas de máscaras diferentes e, entre os numerosos povos do continente,  elas variam em estilo, tamanho, material utilizado, usos e significados. A máscara africana é, dessa forma, importante elemento de identidade cultural de cada etnia atestando a riqueza e a complexidade do patrimônio cultural africano.
Países africanos onde as máscaras africanas são mais usadas. 

“Quando uma pessoa usa a máscara africana ela assume a entidade que a máscara representa, transformando-se no espírito evocado pela própria máscara que passa a residir dentro do corpo da pessoa.” A máscara africana procura captar a essência do espírito, e não os seus traços físicos reais; por isso, ela faz uso de distorções e abstraçõesMuitas culturas africanas imprimem em suas máscaras elementos moraisOs animais são comumente representados nas máscaras africanas. Uma máscara africana de animal pode representar, de fato, o espírito de um determinado animal e servir de meio para transmitir-lhe uma mensagem ou um pedido. Em outros casos, um animal pode servir de símbolo de virtudes específicas. A veneração dos antepassados é um elemento fundamental da maioria das culturas africanas tradicionais e, por isso, também eles são temas para máscaras. As máscaras africanas trazem um padrão de triângulos brancos e pretos pintados no rosto e são ricamente decoradas com búzios e miçangas coloridas. A feminina tem linhas diagonais nas bochechas representando lágrimas. 
O artesão que cria a máscara africana tem um estatuto especial na sua comunidade. Em geral, essa arte é passada de pai para filho, juntamente com o conhecimento dos significados simbólicos transmitidos por essas máscaras. Antes de começar a entalhar, o artesão realiza uma série de rituais na floresta, onde normalmente desenvolve o trabalho, longe da aldeia e usando ele próprio uma máscara africana no rosto. A máscara era criada com total liberdade, de forma intuitiva, dispensando rascunho. A madeira era modelada usando uma faca afiada. As peças iam do mais puro figurativismo até a abstração completa. Em geral, o material mais utilizado é a madeira e o couro mas existem também, máscaras africanas de tecido, marfim, cerâmica, cobre e bronze. Algumas têm cabelos de fibras naturais outras tem chifres ou cristas. Há máscaras africanas pintadas, outras são decoradas com miçangas, penas, dentes, sementes ou búzios. As máscaras africanas podem ser usadas de quatro maneiras diferentes: cobrindo verticalmente o rosto, como capacetes envolvendo toda a cabeça, como crista ou chapéu no alto da cabeça (que era comumente coberta por material como parte do disfarce) ou penduradas no peito ou quadril.
A máscara africana nunca é usada sozinha. O traje é componente importante para esconder a identidade humana do mascarado. A música e a dança são fundamentais para criar o ambiente propício que capta a essência do espírito. O dançarino mascarado é alguém escolhido ou iniciado nos oficios religiosos.  Durante a cerimônia de máscara, o dançarino entra em transe profundo, e durante este estado ele “se comunica” com os espíritos e antepassados que transmitem mensagens. Muitas vezes, as mensagens são confusas ou incompreensíveis e precisam ser decifradas por um homem que acompanha o dançarino mascarado durante o ritual. As cerimônias de máscaras africanas são sempre acompanhados de dança e música tocada com instrumentos musicais tradicionais. A participação do público completa a cerimônia. Batendo palmas, marcando o ritmo com os pés, cantando e, algumas vezes, dançando junto com o mascarado, o público contribui para a intensidade do ritual. Essa forte relação entre humanos e espíritos é a grande marca da cultura tradicional dos povos da África Subsaariana.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

2ª série - etnias africanas - Síntese escrita sobre alguns povos e sua cultura

https://drive.google.com/file/d/0BzZ9cYHJ8URgRUkzVjk4Mk9fYXM/view?usp=sharing

2ª série - Listas de nomes africanos - significados e origem

Clique na imagem para acessar a lista completa

2ª série - material complementar - Diário de um escravo africano







2ª série - Documentos complementares - Diário de um escravo africano

Um diário real que se passa no século XIX. Mahommah G. Baquaqua, realmente escreveu sua história. Ele era islâmico, tinha aprendido a escrever ainda na África. Ele descreveu uma viagem dentro do navio negreiro e o trabalho que executou em Pernambuco como escravo. Leia a matéria completa.

Clique na imagem para acessar a matéria.



2ª série - Documentos complementares para a construção do Diário de um Escravo Africano



1) Curiosidades interessantes sobre os Khoisan:
Matéria sobre esteatopigia. 

Sarah Baartman: a chocante história da africana que virou atração de circo

Clique na imagem para acessar o link da matéria.
2) Sobre o reino do Congo - dominado pelos portugueses em 1665.


O reino do congo de Kethellen Araújo LS

3) Matéria sobre o reino do Congo antes da chegada dos portugueses
Clique na imagem para acessar a matéria  - 

4) Slides sobre os reinos africanos - favor ignorar nesse momento as informações sobre Axum e Zimbábue pois não fazem parte diretamente da construção do diário



Os reinos africanos de Ranniere Cunha

5) Outros slides sobre povos africanos:

Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI) de Zé Knust

6) Síntese interessante: atente mais para a parte a partir de onde cita a África Atlântica.


2ª série - Roteiro escrito para a construção do Diário de um Escravo Africano

Clique na imagem para acessar o documento em .pdf com o roteiro da atividade interdisciplinar

SLIDES USADOS NA PRIMEIRA AULA DE EXPLICAÇÃO
Clique na imagem para acessar os slides exibidos em sala

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Pesquisa - laboratório do informática

Copie e responda em uma folha separada, com o nome da dupla, série e turma.

1) Antes da chegada dos europeus havia uma grande quantidade de índios, de variadas etnias, línguas e culturas vivendo em território brasileiro. Pesquise e responda numa folha separada, quantos índios aproximadamente viviam no Brasil, antes do domínio de nossas terras pelos europeus. E no continente americano? 

2) Atualmente, aproximadamente quantos índios vivem no território Brasileiro? Quantas línguas indígenas ainda são faladas atualmente aqui?

3) O índio sofreu um processo de "aculturação". Pesquise e escreva, o que significa essa expressão. Não faça cópias, interprete e escreva com suas palavras.

4) Como foi o primeiro contato entre índios e europeus em nosso território? Pesquise e explique, sem cópias.

terça-feira, 9 de maio de 2017

História - Primeira série - Slides sobre Antiguidade Oriental

Clique na imagem para acessar os slides sobre Antiguidade Oriental

História - Recado para todos os alunos

Finalizem/organizem os relatórios das aulas (anotações). Coloquem as atividades em dia no caderno ou fichário. Esta semana (de 08 a 12 de maio) vou avaliar.

Att.
Prof. Marina

terça-feira, 18 de abril de 2017

História - Primeira e segunda série - Datas de prova

Clique na imagem acima para ampliar.

História - Segunda série - Troca de dias das apresentações


Os estudantes selecionados para a apresentação no dia 26/04/2017 farão as apresentações do trabalho no dia 03/05/17 (Lais, Luciana, Willer, Yasmin).
Os demais dias de apresentações seguem sem alterações.
Passe essa informação para frente, fale com os colegas, avise na sala, repasse no grupo. Seja solidário! :)
Att.
Prof. Marina

Primeira série - Trabalho de História - Estudo Dirigido (10 pontos) será amanhã (dia 09/04/2017)

Olá pessoal, bom dia! Recado importante.

- APLICAÇÃO DO TRABALHO VALENDO 10 PONTOS (19/04/2017) - Devido aos feriados e a uma série de situações ocorridas anteriormente, aplicarei nesta semana o Estudo Dirigido de História valendo 10 pontos. A atividade será aplicada em sala de aula amanhã. Em apenas uma aula. Não esqueçam o livro didático pois a atividade será de consulta e é de fundamental importância a leitura do livro para embasar a construção do texto. Levem também todas as anotações já feitas. Se precisam fazer a troca do livro didático, que isso seja agilizado hoje ainda,

- VERIFICAÇÃO DE ESTUDO DIRIGIDO CONSTRUÍDO NO CADERNO (ATIVIDADES DIVERSAS):  Enquanto os alunos estiverem fazendo a atividade avaliativa valendo 10 pontos, em folha separada, para entregar, farei a verificação do texto (estudo dirigido sobre pré-história) que já foi construído no caderno (nas turmas que ainda não conferi).

Esse recado vai para as turmas 1ªint01, 1ªint02, 1ªint03 e 1ªint04.

Observação: A 1ªint05 fará o Estudo Dirigido na quinta-feira, dia 20/04.

Todas as turmas farão o estudo dirigido valendo 10 pontos na quarta-feira, dia 19/04/2017.

Bom trabalho! Passe essa mensagem para frente, poste nos grupos, avise aos colegas para que também se preparem. Seja solidário. :)

segunda-feira, 3 de abril de 2017

História - Primeira série - Desafios históricos com as respostas

Clique na imagem para acessar os desafios históricos com as respostas

História - Primeira série - Estudo dirigido sobre Pré-História (atividades diversas)

Não faça em casa. Esta atividade é para ser realizada em sala de aula.

Clique na imagem para acessar o documento com a atividade do estudo dirigido

Segunda série - Confira na lista seu assunto e tema - Atualidades Históricas

Clique na imagem para acessar a lista com os nomes, assuntos e temas para o trabalho 

Segunda série - Orientações para o trabalho de Atualidades Históricas

Clique na imagem para acessar as orientações para o trabalho sobre Atualidades Históricas

Segunda série - Algumas normas da ABNT para trabalho de Atualidades Históricas

 1 A capa leva o nome da instituição de ensino, curso, autor, título do trabalho, cidade e ano.
2 A folha de rosto apresenta nome do autor, título, cidade e ano, além de uma nota descritiva, que contenha os dados, objetivo do trabalho e nome do orientador.



clique na imagem para ampliar

FORMATAÇÃO

Formato: papel A4 (21 cm x 29,7 cm) na vertical.


Margens: superior e esquerda com 3 cm de distância da borda da página; inferior e direita, 2 cm.

É RECOMENDADO...

Fonte do texto: arial ou Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5.
Títulos: arial ou Times New Roman, tamanho 14.

REFERÊNCIAS

Livros: contêm o sobrenome do autor em letras maiúsculas, nome do autor, título em negrito, edição, cidade, editora e ano de publicação:
MARTIN, Marcel. A Linguagem Cinematográfica. 1ª edição. São Paulo: Editora Brasiliense, 2003.
Sites: páginas e documentos encontrados na internet devem trazer o link e data de acesso:
CAMARGO, Paulo. "Noé é uma obra reflexiva". 2014. Disponível em: . Acesso em: 25/03/2014.

quarta-feira, 8 de março de 2017

sugestões de filmes

Mar Adentro (2004, 125 minutos) é um belíssimo e tocante filme, baseado na história real do espanhol Rámon Sampedro (1943-1998). Realizado por Alejandro Amenábar e com Javier Bardem no principal papel, é um filme inesquecível, pleno de arte e de vida, maximamente dramático, mas que nunca cai no sentimentalismo. Real e inesperado como a vida.

terça-feira, 7 de março de 2017

Você é predominantemente visual, auditivo ou cinestésico?

Clique na imagem para acessar o teste.

Sociologia - Normal e patológico para Émile Durkheim


Para acessar o texto clique na imagem

Datas das Provas

Queridos alunos, bom dia!

A datas das provas de Filosofia, Geografia, História e Sociologia ocorrerão entre os dias 24 a 28 de abril de 2017.

As provas valerão 15 pontos.

Os demais pontos serão avaliados em forma de trabalho (10 pontos) e Atividades Diversas (5 pontos).

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Primeira série - Noções de Tempo e suas dimensões

Clique na imagem acima e acesse o texto: Noções do tempo e suas dimensões

A história por trás do KEEP CALM


Keep calm é uma expressão em inglês que significa "Fique Calmo" e popular na internet, sendo utilizada em imagens e memes, que são compartilhados.
A expressão original e completa era Keep Calm and Carry On (Fique Calmo e Continue em Frente) e surgiu pela primeira vez em 1939 na Grã Bretanha, com o objetivo de encorajar os cidadãos no caso de uma invasão da Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial. Foi um dos três cartazes criados para a ocasião, mas nunca foi divulgado oficialmente.
Mais de cinquenta anos mais tarde, em 2000, uma cópia do cartaz foi encontrada em uma livraria no nordeste da Inglaterra. Ficou muito popular porque inspira confiança e incentiva pessoas a perseverarem em tempos de dificuldade.
Nas imagens Keep Calm é possível visualizar no topo uma coroa. A coroa presente nas imagens do Keep Calm é um símbolo da realeza britânica, a representação da coroa do Rei George VI, que reinou entre 1936 e 1952.

Você é muito bem vindo aqui!



Olá estudantes! 

Esse é o blog da área de Humanas da Escola Viva Conde de Linhares, em Colatina.

Trata-se de um blog onde poderão ser postados roteiros de trabalhos, calendários de entrega de atividades, textos, imagens, gráficos, tabelas, infográficos, vídeos, podcasts, dentre outros materiais complementares e de apoio aos conteúdos das disciplinas de Sociologia, História, Filosofia e Geografia.

Volte sempre e deixe seu comentário.

Você é muito bem vindo aqui!